Por 28-06-2016

Um pouco do que rolou no Conecta Imobi 2016

Um pouco do que rolou no Conecta Imobi 2016

Na semana passada, dias 21 e 22 de junho, aconteceu em São Paulo o Conecta Imobi 2016. O maior evento de marketing imobiliário da América Latina, organizado pelo Portal VivaReal. E nós do time Beview estávamos lá para conferir as tendências, ideias e novidades do mercado imobiliário.

Um dos nossos editores aqui do blog Beview, Denis Levati, também palestrou no evento, seu tema foi 10 ferramentas digitais para o mercado imobiliário. Você pode ver a apresentação da palestra aqui.

Muita informação foi levantada e preferi esperar alguns dias para escrever, pois assim, deixei as ideias em fase de incubação mental para melhor digeri-las quando retomasse esse post. Num contexto geral, pude perceber que três assuntos dominaram os dois dias do evento:

Marketing imobiliário – vendas online

O assunto parece batido mas a realidade é que há muitas empresas perdendo espaço no mercado, e consequentemente vendas, por não atuar de forma profissional nesse meio.

Percebi a preocupação com a qualidade e o profissionalismo na atuação. Não é simplesmente fazer. O cuidado deve ser constante desde a descrição de um imóvel bem construída em anúncios e a preocupação com SEO para esse conteúdo ser encontrado até o momento de entender o contexto/dor do lead que busca um imóvel na internet.

E mais, como vender para esses leads que muitas vezes têm mais informação do imóvel que o próprio corretor? Ele pesquisou minuciosamente no Google, leu comentários sobre o bairro, checou a reputação da construtora. O corretor domina a informação técnica do imóvel, mas e as informações extras que são determinantes para a tomada de decisão?

Um ponto que merece total atenção e muito comentado por vários palestrantes: segmentação mobile/desktop. Não importa o tamanho da empresa, se vende para A ou C. Geralmente o público C só tem um smartphone e não notebook, então por que não pensar em responsividade e no conteúdo pra ele?

Conclusão: marketing digital é métrica. Nele temos critérios mensuráveis, sabemos onde investir ou não por meio dos números. A preparação nos processos e nos fluxos entre marketing e vendas no cenário digital merece uma atenção especial, ainda mais por conta da agilidade que as mudanças acontecem nesse meio.

 

IMG_9060

Denis Levati, editor do Blog Beview, em sua palestra no Conecta Imob

 

Evolução do mercado / profissional imobiliário e inovação

Como tendência em tecnologia, vimos alguns cases de palestrantes e parceiros do evento apresentando realidade aumentada/virtual e inteligência artificial. Confesso que não achei tão novidade assim, isso já é usado em outros mercados há algum tempo. Talvez seja aplicado somente agora por outro detalhe que foi levantado por boa parte dos palestrantes (principalmente os que não atuam no segmento): a evolução do mercado imobiliário.

Segundo eles, alguns vícios, práticas e atitudes recorrentes do cenário fazem com que os consumidores percam a confiança nos profissionais, sejam eles gestores ou corretores. Nessa linha de raciocínio, entrou em pauta atendimento e pós-vendas.

Abro aspas para um comentário muito apropriado que ouvi em um dos debates, foi feito por Guilherme Diamante, da Direcional Engenharia:

“No início da venda é onde as promessas são feitas. É preciso mantê-las durante todo o processo de vendas, inclusive no pós-vendas.”

Conclusão: a evolução do mercado passa por algo que o próprio marketing já passou: foco no consumidor e não mais no produto. A maneira de consumir mudou, mas muitas empresas ainda não acordaram para essa realidade.

Crise – expectativas a curto e médio prazo

Eu já tinha ouvido alguém falar essa frase e o economista Ricardo Amorim, na sua palestra no primeiro dia do evento, repetiu a ideia: “Mesmo com a crise, as pessoas casam, fazem filhos, se separam, morrem, continuam suas vidas. O dinheiro não sumiu, só está parado.”

Segundo ele, sempre depois de um período de queda, vem o retorno do crescimento. Com isso em mente e considerando que a atual situação do país é a mais grave das últimas décadas, a perspectiva de mudança no cenário político/econômico traz expectativas favoráveis para queda na taxa de juros, investimentos e liberação de crédito para a retomada do aquecimento da economia.

Mas em tempos de crise, é hora de rever processos e aprender com o momento. Antes da recessão, o sucesso em vendas encobria os problemas. Muitas equipes não estavam preparadas para conduzir uma venda, sempre acelerando algo que não acontece da noite para o dia, não entendendo a cultura de venda a longo prazo (característica da venda de imóveis), que tem a finalidade de construir um relacionamento e dar a assessoria imobiliária que o cliente necessita.

Conclusão: considerando a falta de crédito para compra de imóveis, a solução a curto prazo é que as construtoras, incorporadoras e imobiliárias invistam na preparação das equipes e na geração de experiências de consumo diferenciadas e inovadoras para atrair e fidelizar os consumidores. Afinal, como dito no início do tópico, ainda tem gente comprando imóvel.

Participou do evento? Concorda ou discorda de algum ponto citado no texto? Deixe sua opinião nos comentários.

Grande abraço.

 

Juliano Trentin

Publicitário com especialização em branding, gestor de conteúdo do blog Beview e pesquisador do mercado imobiliário.

Experimente Ler Também:

Comente Você Também

Receba os conteúdos do Blog Beview em primeira mão

Tudo sobre vendas, tecnologia e mercado imobiliário.



Muito bem!

Agora você faz parte da nossa comunidade com mais de 10 mil leitores! Vamos mantê-lo informado sobre tudo o que acontece aqui no blog.

Até breve