Por 08-10-2015

Vale a pena investir em publicidade imobiliária durante a crise?

Vale a pena investir em publicidade imobiliária durante a crise?

Com o mundo online e interativo cada vez mais em ascensão, o conceito de publicidade vem se moldando a essa nova realidade. Hoje em dia, aquele comercial de TV não tem mais o impacto que tinha nas décadas passadas, inclusive na publicidade imobiliária. Apesar de muito da publicidade tradicional ainda se manter, como TV, jornal impresso, revistas, etc., a publicidade online, em forma de anúncios, vídeos virais, redes sociais vem abrangendo um número maior de impactados.

A crise econômica que vem abalando nosso país faz necessário que as empresas se coloquem ainda mais em evidência frente à concorrência, pois vivemos um momento em que sobrevivem os que se destacam. Antes de ofertar o seu produto, no entanto, é preciso fazer toda uma estratégia de marketing, definindo muito bem o produto, público-alvo, promoções, prazos, entre outros quesitos.

Com um orçamento reduzido, o investimento em publicidade imobiliária muitas vezes é um dos primeiros a ser cortados. Para que isso não aconteça, eis algumas dicas de publicidade imobiliária que podem ser realizadas com um menor investimento:

 

  • Google Adwords
    O Google Adwords é uma ferramenta de anúncios online que faz com que seu site apareça nas primeiras posições do Google, com a tag “Anúncio”, antes dos resultados orgânicos. Você escolhe as palavras-chave para o seu anúncio, escreve um texto conciso e criativo e faz o pagamento por clique conquistado. Para posicionar o seu anúncio nas buscas, o Google analisa uma série de questões, como a relevância do seu site. Por isso, um bom website precisa ser o princípio de tudo. 
  • Facebook Ads
    A presença no Facebook não é mais uma opção. Com mais de um bilhão de usuários, o Facebook é a principal rede social do mundo e não estar nessa imensa comunidade faz da sua empresa quase inexistente. Por isso, um grande diferencial é realizar ótimos anúncios no Facebook. Tal qual o Google Adwords, o anunciante paga por clique. Esse tipo de anúncio tem uma grande vantagem, que é a de atingir realmente o público-alvo, que faz buscas por imóveis e principalmente pelas suas palavras-chaves. Isso garante um impacto muito maior para o seu negócio. 
  • Ótimas descrições de produto
    Queira ou não, a descrição de seus empreendimentos dentro de seu website, ou mesmo em folders e outros materiais, é o que vai encantar ou não o cliente. É preciso escolher bem as palavras, colocar o maior número de informações importantes possível, e ao mesmo tempo ser direto e conciso. Evite repetições e o imperativo. A maioria dos clientes não quer sentir que você está forçando a barra, eles querem acreditar que a escolha pela compra foi deles e não do anúncio.
  • Presença em blogs
    Já falamos aqui no blog que as pessoas hoje, principalmente a geração Y, não gostam de anúncios convencionais. Eles querem interagir e sentir a verdade de seu produto. Por isso, incentivar blogs do ramo imobiliário a fazer resenhas sobre o seu produto é uma grande sacada. Outra opção mais simples é pagar por banners de seu negócio nesses blogs. 

    Essas são algumas dicas mais ligadas à questão da publicidade imobiliária, que, sim (respondendo à pergunta do título do post), é um investimento não somente válido durante a crise, mas também necessário. Outras dicas, mais ligadas à questão do marketing imobiliário, você encontra neste post: “Marketing para vendas imobiliárias: como integrar digital e analógico”.

Marcelo Spegiorin

Empreendedor do segmento imobiliário e de tecnologia, editor do blog Beview e especialista em formação de equipes de vendas.

Experimente Ler Também:

Comente Você Também

Receba os conteúdos do Blog Beview em primeira mão

Tudo sobre vendas, tecnologia e mercado imobiliário.



Muito bem!

Agora você faz parte da nossa comunidade com mais de 10 mil leitores! Vamos mantê-lo informado sobre tudo o que acontece aqui no blog.

Até breve