Por 10-09-2015

Vantagens e desvantagens de corretores internos e autônomos para construtoras

Vantagens e desvantagens de corretores internos e autônomos para construtoras

Bons vendedores são imprescindíveis para as construtoras/incorporadas, já que as vendas são uma parte importantíssima de seu negócio. Abordamos no blog sobre a formação de uma equipe de vendas interna, e como isso pode auxiliar as construtoras. Porém, como em toda escolha, há prós e contras de se ter uma equipe interna, assim como há vantagens e desvantagens de se trabalhar somente com corretores autônomos.

 

Vantagens de se ter uma equipe de corretores interna

  • Conhecimento detalhado dos seus produtos: como a equipe irá trabalhar tão somente com os seus produtos, os corretores terão muita informação sobre eles, podendo trabalhar as vendas com mais atenção e foco.
  • Treinamentos constantes: você poderá moldar a sua equipe de acordo com suas estratégias, já que os profissionais cumprirão horário dentro de sua empresa e assim estarão sempre disponíveis para treinamentos e conversas informais. Os próprios corretores poderão sentir o mercado e dar sugestões para aumentar suas vendas.
  • Melhor cumprimento de metas: com corretores internos alinhados e focados, fica muito mais fácil estipular e cumprir metas, com o auxilio de técnicas motivacionais.

 

Desvantagens:

  • Gasto com empregados fixos: a maior das desvantagens deste tipo de organização da equipe de vendas é, sem sombra de dúvidas, os gastos com funcionários. Além do valor da corretagem, você vai precisar desembolsar um salário fixo e todos os demais valores que implica a contratação de funcionários.
  • Desmotivação: é preciso estar sempre motivando os funcionários, já que, como recebem um salário fixo, muitas vezes eles podem acabar se acomodando e falhando nas vendas.

 

Vantagens de trabalhar com corretores autônomos

  • Redução de custos: como os corretores autônomos não possuem nenhum vínculo empregatício com você, não será necessário nenhum gasto fixo com eles, além do valor da corretagem.
  • Mais motivação: não é regra, mas, como esses corretores autônomos dependem do valor da corretagem para viver, é natural que eles estejam muito motivados para a venda.
  • Experiência de mercado: os corretores autônomos muitas vezes já foram ligados a grandes imobiliárias ou construtoras, e possuem uma vasta experiência de mercado. Isso pode fazer com que eles se saiam melhor nas vendas e tragam feedbacks mais interessantes para a sua empresa.

 

Desvantagens

  • Falta de confiança pelo cliente: como corretores autônomos não possuem uma empresa por trás para dar suporte, é comum que os clientes fiquem com o pé atrás. Para isso, é preciso prover o corretor autônomo com todo o suporte de sua empresa, mesmo que não haja uma ligação trabalhista.
  • Falta de tempo para treinamentos: para que o corretor tenha em mãos todas as informações relacionadas aos seus empreendimentos, é preciso que ele realize treinamentos em sua empresa. Como corretores autônomos têm uma rotina de trabalho bastante corrida, é possível que ele perca muitos desses treinamentos e não tenha informações suficientes para a venda de seu imóvel.

 

O ideal é trabalhar com as duas formas de vendas, tanto com corretores internos como externos, tentando balancear as equipes e uni-las da melhor forma possível, em prol do atingimento de suas metas.

Sua construtora atua com que modelo de equipe? Comente para que possamos debater a melhor forma de realizar vendas imobiliárias.

 

banner_fb_ads_geração_y_1200x628-02

 

 

Marcelo Spegiorin

Empreendedor do segmento imobiliário e de tecnologia, editor do blog Beview e especialista em formação de equipes de vendas.

Experimente Ler Também:

Comente Você Também

Receba os conteúdos do Blog Beview em primeira mão

Tudo sobre vendas, tecnologia e mercado imobiliário.



Muito bem!

Agora você faz parte da nossa comunidade com mais de 10 mil leitores! Vamos mantê-lo informado sobre tudo o que acontece aqui no blog.

Até breve