Por 10-12-2015

WhatsApp para vender imóveis: tecnologia aproxima corretores de compradores

WhatsApp para vender imóveis: tecnologia aproxima corretores de compradores

Com mais de 900 milhões de usuários em todo o mundo e presente em cerca de 70% dos smartphones brasileiros, o WhatsApp é sem dúvida uma poderosa ferramenta de comunicação.

Se utilizado com responsabilidade, o aplicativo de mensagens instantâneas pode ser um grande aliado para a venda de imóveis. Especialmente porque permite o compartilhamento de imagens e até chamadas de voz (sem o custo das ligações de celular).

Desde o início de 2015, os usuários do serviço também podem acessar sua conta pelo computador, para visualizar, receber e enviar mensagens. Isso facilita ainda mais a comunicação, tanto pela qualidade do sinal de internet (não depende do sinal das operadoras) quanto pela comodidade em digitar textos longos, por exemplo.

Contudo, utilizar o WhatsApp para vender imóveis exige alguns cuidados, como estar atento à quantidade e à qualidade do conteúdo compartilhado.

A seguir são descritas algumas sugestões de como o aplicativo pode melhorar seu relacionamento com clientes e prospects.

Usabilidade

O WhatsApp é utilizado por 45 milhões de brasileiros. Certifique-se de que seu prospect é um desses usuários e que saiba utilizar suas funcionalidades. De nada adianta enviar uma mensagem que o usuário não vai visualizar por não saber como usar o aplicativo ou por não acessá-lo com frequência.

 Relacionamento sólido

Seja sensato. Antes de mandar qualquer informação para um prospect, tenha certeza de que ele sabe quem você é. Mesmo que ainda não tenham se encontrado pessoalmente, você e seu cliente devem ter um relacionamento estabelecido. A partir disso, você poderá utilizar o WhatsApp para compartilhar dados – texto, imagens ou vídeos – com ele.

 Urgência

Muitas vezes o WhatsApp é a melhor opção numa situação que exige respostas ou soluções imediatas. Mas isso só se aplica para aqueles clientes que você tem certeza que utilizam o aplicativo com frequência. Caso contrário, prefira uma ligação telefônica, nem que seja para informar que encaminhou documentos ou informações por e-mail ou WhatsApp.

 Boa justificativa

Coloque-se no lugar do cliente. Você gostaria de receber informações que não solicitou ou que não interessam a você? Para usar o WhatsApp como recurso para alcançar seu cliente e oferecer imóveis, por exemplo, é interessante que você já conheça as necessidades dele e verifique sua disposição em receber esse tipo de conteúdo no smartphone.

 Agilidade

Uma justificativa absolutamente aceitável é compartilhar informações do imóvel, como localização, plantas, valores e opções de financiamento durante ou logo após uma conversa com o cliente. Ainda que você tenha repassado todas as informações verbalmente, pessoalmente ou por telefone, ao recebê-las por WhatsApp o cliente poderá avaliar com calma e, se surgirem dúvidas, procurá-lo para resolvê-las, agilizando a negociação.

Existem ferramentas de venda que, além de manter seu portfólio de imóveis sempre atualizado, facilitando a gestão das informações, possibilitam o compartilhamento de dados, permitindo que você encaminhe desde fotos e vídeos dos imóveis até planilhas com condições de pagamento ou financiamento.

Assim, no instante que finalizar o atendimento, o cliente já terá em mãos todas as informações que precisa para tomar a decisão sobre a compra do imóvel.

Você já utiliza o WhatsApp para se relacionar com seus clientes? Já pensou em associá-lo a uma ferramenta de vendas para aumentar a eficiência dos seus atendimentos e melhorar os resultados?

 

banner_blog_ferramenta-vendas

Marcelo Spegiorin

Empreendedor do segmento imobiliário e de tecnologia, editor do blog Beview e especialista em formação de equipes de vendas.

Experimente Ler Também:

Comente Você Também

Receba os conteúdos do Blog Beview em primeira mão

Tudo sobre vendas, tecnologia e mercado imobiliário.



Muito bem!

Agora você faz parte da nossa comunidade com mais de 10 mil leitores! Vamos mantê-lo informado sobre tudo o que acontece aqui no blog.

Até breve